Um percurso de possibilidades futuras, um caminho para os próximos 15 anos que tem como estação de chegada a América Latina de 2030.

O projeto

O processo de construção dos cenários para a América Latina se iniciou em 2014 com a identificação de uma equipe de 37 líderes influentes da região, representativos de diversos âmbitos da sociedade, como a política, a academia, o setor privado e a sociedade civil, que são os que formam a Equipe de Cenários.

Em seguida, houve uma rodada de 65 entrevistas com personagens e atores-chave da região, entre os quais foram incluídos todos os membros da EC. Essas entrevistas serviram de guia inicial para estabelecer as variáveis temáticas fundamentais do processo.

O EC se reuniu em dezembro de 2014, em janeiro e abril de 2015 em três oficinas de trabalho para a construção dos cenários, cada uma de três dias. Em cada oficina, conseguiu-se congregar uma ampla faixa de perfis e perspectivas com a capacidade de empreender uma aproximação integral às distintas oportunidades e desafios do sistema democrático da região no futuro em curto, médio e longo prazo.

Com base nos cenários propostos, desenhou-se uma fase de comunicação e difusão que busca posicionar mensagens-chave sobre os desafios da democracia na região e firmar compromissos acordes com os objetivos do projeto e as narrativas formuladas.

O processo liderado pelos integrantes do EC busca oferecer uma plataforma para o diálogo e a ação e impulsionar e promover estratégias com incidência na opinião pública, no debate acadêmico e na ação política, que sejam assim um respaldo primordial e vinculante para o diálogo e para a ação na América Latina.

Metodologia

A abordagem de Planejamento de Cenários Transformadores é uma forma criativa e construtiva para atores de diferentes áreas e setores criarem juntos histórias compartilhadas sobre futuros possíveis.

O planejamento por cenários é uma metodologia que se desenvolve há várias décadas nas principais empresas e organizações do mundo, pois está comprovada sua grande utilidade na hora de adotar decisões estratégicas em contextos sociais, econômicos e políticos complexos. O Planejamento de Cenários Transformadores, usa os cenários não somente para entender e se adaptar ao futuro, mas também para desafiá-lo e influenciá-lo.

Esta abordagem foi aplicada pela primeira vez na África do Sul, na década de 1990, para enfrentar os desafios da transição democrática. Desde então, tem sido implementada em vários países e contextos distintos, apresentando como resultados o desenvolvimento de uma linguagem nova e compartilhada e novas perspectivas e pontos de vista que melhoram o entendimento sistêmico de problemas complexos, bem como o estabelecimento de novas relações e novas intenções que facilitam a solução de problemas através da ação coletiva.

A metodologia do planejamento transformador por cenários tem seis instâncias orientadas para a definição dos cenários possíveis e o acordo sobre ações concretas relacionadas às aprendizagens obtidas ao longo do processo:

Teoria da Mudança

Equipe

O componente medular deste exercício de planejamento transformador por cenários –chamado Equipe de Cenários – esteve formado por um grupo heterogêneo de 37  líderes da região latino-americana provenientes da academia, instituições governamentais, parlamentares e municipais, sociedade civil, organizações produtivas, jovens, movimentos sociais, empresariado, comunicadores, povos indígenas, igreja e fundações. Todos eles são atores respeitados em seus próprios âmbitos e, como equipe, consolidam uma ampla gama de conhecimento, experiências e perspectivas que lhes permitiu trabalhar de forma conjunta e dialógica para construir uma visão global do tema.

O processo de construção de cenários incluiu a geração de um entendimento mais profundo sobre o que ocorreu, o que está ocorrendo e o que poderia ocorrer nas próximas décadas nas democracias latino-americanas. Entretanto, isso não implica que todos os membros da Equipe de Cenários estivessem de acordo com a totalidade dos elementos dos quatro caminhos de futuro representados. Consequentemente, a lista dos membros da Equipe de Cenários que se apresenta a seguir não representa um consenso sobre recomendações implícitas de estratégias, ensaios e reformas, mas apenas as pessoas em si: um grupo diverso de líderes comprometidos e conscientes, que trabalharam juntos com a esperança de que esses cenários possam alentar uma série de diálogos na região sobre o futuro das instituições democráticas na América Latina, contribuindo para catalisar a mudança rumo a uma região mais democrática, justa, próspera e segura no século XXI.

Equipe de Cenários

PEDRO ABRAMOVAY
PEDRO ABRAMOVAYBrasil
Diretor Regional para América Latina e Caribe da Open Society Foundations
VER PERFIL
Naschla Aburman
Naschla AburmanChile
Presidenta da Federação de Estudantes da Universidade Católica de Chile (FEUC)
VER PERFIL
Laura Albornoz Pollman
Laura Albornoz PollmanChile
Acadêmica da Faculdade de Direito da Universidade do Chile
VER PERFIL
Ivana Bentes
Ivana BentesBrasil
Professora e Pesquisadora em Comunicação Social da Universidade Federal do Rio de Janeiro
VER PERFIL
Nabil Bonduki
Nabil BondukiBrasil
Secretário de Cultura Municipal de São Paulo
VER PERFIL
Luis Javier Castro Lachner
Luis Javier Castro LachnerCosta Rica
Sócio-Diretor de Mesoamérica e Presidente da Associação Empresarial para o Desenvolvimento na Costa Rica
VER PERFIL
Óscar Chacón
Óscar ChacónEl Salvador
Diretor Executivo da Aliança Nacional de Comunidades Latino-Americanas e Caribenhas (NALACC)
VER PERFIL
Wálter Delgadillo Terceros
Wálter Delgadillo TercerosBolívia
Cidadão Boliviano
VER PERFIL
Nilcéa Freire
Nilcéa FreireBrasil
Representante no Brasil da Fundação Ford
VER PERFIL
Rossana Fuentes Berain
Rossana Fuentes BerainMéxico
Fundadora de México Media Lab S21
VER PERFIL
Manuel Garrido
Manuel GarridoArgentina
Deputado da Câmara dos Deputados da Nação na Argentina
VER PERFIL
María Beatriz (Pilu) Giraudo
María Beatriz (Pilu) GiraudoArgentina
Presidenta da Associação Argentina de Produtores em Semeadura Direta (Aapresid)
VER PERFIL
Nega Gizza
Nega GizzaBrasil
Conferencista e Apresentadora no Brasil, Central Única das Favelas (CUFA)
VER PERFIL
Gustavo Gorriti
Gustavo GorritiPeru
Diretor de IDL-Jornalistas no Peru
VER PERFIL
Carlos Hernández
Carlos HernándezHonduras
Presidente de Junta Diretiva da Associação para uma Sociedade Mais Justa em Honduras
VER PERFIL
Miguel Lago
Miguel LagoBrasil
Sócio-Fundador Meu Rio no Brasil
VER PERFIL
Juan Pablo Luna
Juan Pablo LunaUruguay
Professor Associado do Instituto de Ciência Política, PUC-Chile
VER PERFIL
Otilia Lux de Cotí
Otilia Lux de CotíGuatemala
Diretora Executiva do Fórum Internacional de Mulheres Indígenas da Guatemala
VER PERFIL
Carlos March
Carlos MarchArgentina
Diretor de Comunicação Estratégica Fundación Avina
VER PERFIL
María Consuelo Mejía Piñeros
María Consuelo Mejía PiñerosMéxico
Diretora de Católicas pelo Direito de Decidir A.C. no México
VER PERFIL
Zulia Mena
Zulia MenaColômbia
Prefeita do Município de Quibdó, Chocó em Colômbia
VER PERFIL
Carlos Hugo Molina
Carlos Hugo MolinaBolívia
Diretor de Inovação do CEPAD
VER PERFIL
Ricardo Morel
Ricardo MorelPerú
Vice-Presidente de Assuntos Corporativos da Companhia Mineira Antamina no Peru
VER PERFIL
Nohra Padilla Herrera
Nohra Padilla HerreraColômbia
Presidenta da Associação Nacional de Recicladores da Colômbia (ANR)
VER PERFIL
Susel Paredes Piqué
Susel Paredes PiquéPerú
Advogada, Ativista e Dirigente Política no Peru
VER PERFIL
Claudia Paz y Paz
Claudia Paz y PazGuatemala
Ex-Fiscal Geral do Ministério Público da Guatemala
VER PERFIL
Thamy Pogrebinschi
Thamy PogrebinschiBrasil
Pesquisadora Sênior do WZB Berlin Social Science Center e Professora de Ciência Política no Instituto de Estudos Sociais e Políticos da Universidade do Estado do Rio de Janeiro
VER PERFIL
Miguel Pulido
Miguel PulidoMéxico
Diretor Executivo de Fundar, Centro de Análise e Pesquisa, A.C. no México
VER PERFIL
Antonia Rodríguez
Antonia RodríguezBolívia
Diretora Executiva da Associação Artesanal Boliviana Senhor de Maio (ASARBOLSEM)
VER PERFIL
Maria Paula Romo
Maria Paula RomoEquador
Política e Professora Universitária. Dirigente do Movimento Ruptura no Equador
VER PERFIL
Eugenio Scarpellini
Eugenio ScarpelliniBolívia
Bispo da Diocese de El Alto na Bolívia
VER PERFIL
Schuma Schumaher
Schuma SchumaherBrasil
Ativista feminista, Escritora e Coordenadora Executiva da Rede de Desenvolvimento Humano (Redeh) no Brasil
VER PERFIL
Alexander Segovia
Alexander SegoviaEl Salvador
Presidente do Instituto Centro-Americano de Pesquisas para o Desenvolvimento e a Mudança Social (INCIDE) em El Salvador
VER PERFIL
Jorge Soto
Jorge SotoMéxico
Diretor Geral Adjunto de Inovação Cívica, Coordenação de Estratégia Digital no México
VER PERFIL
León Valencia Agudelo
León Valencia AgudeloColômbia
Diretor Executivo da Fundação Paz e Reconciliação na Colômbia
VER PERFIL
Edwin Vásquez Campos
Edwin Vásquez CamposPerú
Coordenador Geral Coordenadora das Organizações Indígenas da Bacia Amazônica (COICA)
VER PERFIL
Jean Wyllis
Jean WyllisBrasil
Deputado na Câmara de Deputados do Brasil
VER PERFIL

Coordenação, Desenho, Facilitação, Logística, Gestão do conhecimento, Comunicações e Avaliação

Mille Bojer
Mille BojerDinamarca
Coordenação geral, desenho, facilitação, entrevistas
VER PERFIL
Elena Díez Pinto
Elena Díez PintoGuatemala
Desenho, facilitação, entrevistas
VER PERFIL
Anaí Linares
Anaí LinaresMéxico
Logística, entrevistas
VER PERFIL
Mariana Miranda
Mariana MirandaBrasil
Gestão do conhecimento, comunicação, co-facilitação
VER PERFIL
Juan Morris
Juan MorrisArgentina
Documentação, producção do informe de cenários, entrevistas
VER PERFIL
Tomas Rosenfeld
Tomas RosenfeldBrasil
Síntese das entrevistas, documentação, gestão financiera
VER PERFIL
Tiê Franco Brotto
Tiê Franco BrottoBrasil
Documentação, Comunicação
VER PERFIL
Lucilene Danciguer
Lucilene DanciguerBrasil
Recepção de convidados, co-facilitação
VER PERFIL
Antonio Araníbar Arze
Antonio Araníbar ArzeArgentina
Apoio para construção dos cenários
VER PERFIL

Veja o video

Conheça os cenários

Democracia em

TRANS–
FORMAÇÃO

Democracia em

TENSÃO

Democracia em

MOBILI–
ZAÇÃO

Democracia em

AGONIA

Veja também:

Acompanhe o movimento pelas redes sociais

Assine a newsletter e mantenha-se informado